segunda-feira, 11 de julho de 2016

RESENHA | Deixe a neve cair


Título: Deixe A Neve Cair
Autor: Maureen Johnson, John Green e Lauren Myracle
Páginas: 336
Editora: Rocco

Na noite de natal, uma inesperada tempestade de neve transforma uma pequena cidade num inusitado refúgio para insuspeitos encontros românticos. Em Deixe a neve cair, bem-sucedida parceria entre três autores de grande sucesso entre os jovens, John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle escrevem três hilários e encantadores contos de amor, com direito a surpreendentes armadilhas do destino e beijos de tirar o fôlego. Comédia romântica com a assinatura de um dos maiores bestsellers da atualidade, o livro é o presente de Natal perfeito para os fãs de John Green e de histórias de amor e aventura.


  Faz um tempinho que li Deixe A Neve Cair, mas só então tive paciência para resenhar. Sem falar que o blog ainda não estava aberto, dentre outros mil motivos. Enfim. O Natal é uma das minhas épocas favoritas do ano e ler esse livro fora de época me deixou com saudades de alguns natais passados e deu até aquela sensação boa de quando a gente lê algo tão fofo que chega a ser clichê.

  Deixe A Neve Cair é um livro bem curtinho com contos rápidos e interligados. Não sou muito fã de romances, mas adorei como cada conto tem um romance diferente... Há a garota que terminou com o namorado e encontrou um novo amor, os amigos que descobriram que poderiam ser algo a mais e os que terminaram e reataram. Bom, vou falar um pouco da minha impressão de cada conto.

  O Expresso Jubileu é o primeiro conto do livro e escrito por Maureen Johnson. Nunca tinha lido algo da Maureen e fiquei impressionada com a escrita dela, ela consegue fazer a história fluir de um jeito incrível e sabe exatamente como fazer cada personagem ser especial. Em O Expresso de Jubileu, a jovem Jubileu (sim, JUBILEU o nome dela) teve que ir para a casa dos avós de trem após um incidente inesperado com os seus pais bem na noite de Natal. Lá ela conhece um estranho que está passando por problemas de relacionamento e é então que ela começa a pensar no próprio relacionamento. Ela tem um namorado chamado Noah, que apesar do seu jeitinho perfeito ele parece nunca ter tempo para ela, Jubileu começa a sentir que está faltando algo. Uma tremenda nevasca faz o trem ficar preso em uma pequena cidade chamada Gracetown. Ela decide sair do trem e vai para uma Waffle House e lá conhece algumas pessoas bem legais e tem que tomar uma decisão. Não sei bem o motivo de eu ter gostado tanto do primeiro conto, não sei se pela escrita ou se pelos personagens apaixonantes, ou até pela simplicidade da história. Apenas sei que a Maureen conseguiu fazer com que eu me perdesse na história e esquecesse do tempo passar, quando eu menos esperei, lá estava o fim do conto, deixando um gostinho de quero mais!

  O segundo conto se chama O Milagre da Torcida de Natal e foi escrito por John Green. Gosto muito do autor e já li todos os seus livros, porém achei o conto dele bem fraco, mas sem deixar de lado a sua marca registrada que é um pouco de humor nas suas histórias. Bom, nesse conto os três amigos Duke, JP e Tobin estão em casa vendo filme quando um amigo liga pedindo ajuda em uma "emergência", há líderes de torcida na Waffle House onde ele trabalha e ele precisa que os amigos levem um Twister para entreter as garotas. É então que eles decidem deixar o conforto e sossego de casa para se aventurar na noite de Natal, durante uma grande nevasca, para chegar lá. Apesar de não ter gostado muito do conto, achei bem divertido e amei a Duke, porque consegui me identificar com ela. Ela é uma personagem que anda tanto com garotos que às vezes a confundem, apesar de ela não parecer nem um pouco com essas garotas superficiais e chatas, ela continua sendo uma garota.

  O terceiro e último conto é O Santo Padreiro dos Porcos, escrito por Lauren Myracle. Não tenho muito o que falar do conto porque na verdade eu odiei. A personagem Addie é extremamente egoísta e irritante, que só pensa nela e é incapaz de parar para pensar que talvez os seus "problemas" sejam bem menos importantes do que o das outras pessoas. Eu li os contos anteriores com uma rapidez impressionante e ao chegar no último foi como receber um balde de água fria, várias vezes pensei em abandonar, pois achei a história muito chata mesmo e o enredo foi bem tosco com relação aos contos anteriores. Mas decidi continuar lendo somente pelo fato de os contos serem interligados e porque uma amiga me jurou com o final era bem legal.

  Enfim, Deixe A Neve Cair é aquele livro para você deixar na estante e de vez em quando dar uma lida quando bater a saudade. Não é nem de longe um livro incrivelmente maravilhoso, mas é super divertido e ideal para quem quer passar o tempo. Li os dois contos em uma tarde e só demorei um pouco no último porque a história não me agradou nem um pouco e também porque passo longe de personagens chatos, mas também não culpo a autora, achei a escrita dela bem firme e no fim ela escreveu o encontro dos personagens de um jeito tão maravilhoso e divertido que eu até perdoei o conto por ser tão chato. Não indico o livro para todas as pessoas, apenas para aqueles que curtem uma história simples e para aqueles que, como eu, adoram o espírito natalino.


  That's all folks, espero que tenham gostado da resenha. Não deixem de comentar, pois a opinião dos leitores é muito importante para o nosso blog.

  Beijinhos e voltem sempre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre o blog


Conteúdo sobre questões raciais e de gênero de forma acessível e cor-de-rosa. O blog aborda assuntos como moda e estética negra como forma de expressão, além de questões ligadas ao movimento negro e feminista na contemporaneidade.

Newsletter