Rincon Sapiência lança clipe de Crime Bárbaro e critica as heranças da escravidão

Rincon Sapiência no clipe de "Crime Bárbaro"

O dia 13 de maio divide opiniões entre a população afro-brasileira. Isso porque se "comemora" o Dia da Abolição da Escravatura no Brasil, data que faz referência à assinatura da Lei Áurea em 1888.
Muitas questões problemáticas envolvem a Lei Áurea e o dia 13 de maio tem inúmeros significados para os negros brasileiros, principalmente por ter sido historicamente protagonizado por uma princesa branca.

Estrategicamente, o rapper Rincon Sapiência lançou o clipe da faixa "Crime Bárbaro" hoje (13). A música abre o disco Galanga Livre, primeiro álbum da carreira de Rincon, lançado em 2017. "Crime Bárbaro" conta a história de Galanga - personagem criado pelo próprio rapper -, um escravo que é perseguido por ter matado um senhor de engenho. No clipe, com direção de Nixon Freire, Rincon assume o papel de Galanga e as imagens mostram o cantor correndo de um policial.

É inegável que há um forte significado o fato de Rincon ter lançado o clipe da música justamente no dia 13 de maio. A analogia do personagem correndo de um policial faz uma crítica ao genocídio negro (de cada 100 pessoas assassinadas no Brasil, 71 são negras), violência policial e o racismo institucional, provas estatísticas de que a escravidão ainda não acabou.

Veja o clipe:

0 comentários: